Sábado, 27 de Maio de 2017

Buscar  
Brasil

Publicada em 01/02/17 as 15:49h - 30 visualizações
Correios perdem celular que mulher comprou para dar de presente à neta
Correios perdem celular que mulher comprou para dar de presente à neta

Rádio Educativa Taguatinga FM


 (Foto: Rádio Educativa Taguatinga FM)
Correios perdem celular que mulher comprou para dar de presente à neta
Falta de um documento pode fazer com que prejuízo fique para aposentada. Celular custou R$ 635 e foi parcelado em 12 prestações.
Correios perdem celular que mulher comprou para dar de presente à neta

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A aposentada Maria Santilde queria fazer uma surpresa e presentear a neta com um celular que ela comprou parcelado em 12 vezes. A surpresa, no entanto, acabou ficando para a aposentada, já que a encomenda se perdeu no meio do caminho e os Correios não sabem dizer onde o produto foi parar.



O celular foi enviado no dia 1º de novembro de Palmas para Cuiabá (MT), onde a neta da dona Maria mora. Desde então ele não apareceu no destino e nem voltou para Palmas. A situação é ainda mais complicada porque a dona Maria não sabia que deveria preencher um protocolo informando o valor da encomenda que ela estava postando. O prejuízo, de R$ 635, pode acabar ficando para ela.



"Embarcaram o celular, aí me deram só o comprovante comprovando que estava mandando o celular, só isso", disse ela, alegando que não foi avisada da necessidade do documento. O gerente de fiscalização do Procon, José Santana, explicou que ela deveria ter preenchido a declaração de valor do produto.



"Quando a gente vai utilizar esse serviço de transporte feito pelo correio ou por uma transportadora  é importante que o consumidor sempre que vai mandar algum produto de valor falar: olha, eu quero que declare o valor que é tanto", explicou. Sem esse documento não há como comprovar o valor da perda em caso de extravio.



Os Correios informaram que todas as agências possuem um cartaz, no painel de informações, que contém as orientações sobre declaração de valor de objetos postais. Além disso disseram que os atendentes orientam os clientes com relação ao procedimento.



No caso da dona Maria, a empresa disse que ela pode receber a indenização do valor da remessa, do valor correspondente à indenização automática e do valor dos serviços adicionais adquiridos, caso tenha algum. Mas não há como indenizar o valor do produto sem o comprovante.





Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Publicidade
No Ar
Conectados com Luciano Tavares
Peça sua Música

  • Tony Silva
    Cidade: Brasil
    Música: Sunday Bloody Sunday
  • Sérgio Sales
    Cidade: Brasil
    Música: Faroeste Caboblo - Legião Urbana



Parceiros

Rádio Educativa FM - Todos os direitos reservados
Copyright (c) 2017 - Rádio Educativa Taguatinga FM - Todos os direitos reservados